Estudos

TRANSEXUALIDADE

TRANSEXUALIDADE

Existem pessoas que não se identificam com seu gênero de nascimento. Se sentem como uma mulher no corpo de um homem ou como um homem no corpo de uma mulher. Muitas tomam hormônios e fazem cirurgias para mudança de sexo.

O DSM-5 (classificação internacional de doenças) somente considera Disforia de Gênero (doença) quando a condição está associada a um sofrimento significativo ou a prejuízo no funcionamento social, acadêmico ou em outras áreas importantes da vida do indivíduo. Portanto, a Transexualidade, não é classificada como doença no DSM-5.

Essas pessoas podem ter orientação hetero, homo ou bissexual. Portanto, querer ser de outro sexo é uma coisa e ter atração pela pessoa do mesmo sexo é outra. Ou seja, querer se tornar do outro sexo é Transexualidade e ter atração pelo mesmo sexo é Homossexualidade.

Quadros de Intersexualidade podem ou não estarem associados à disforia de gênero.  São exemplos disso o distúrbio adrenogenital congênito (nasce menina com clitóris aumentado devido a excesso de hormônio masculino durante a gravidez) e a síndrome da insensibilidade androgênica (nasce um menino com órgãos genitais externos com aparência feminina).

É importante separar o Fetichismo Transvéstico da Disforia de Gênero. No fetichismo, a pessoa tem excitação sexual em se vestir como alguém do sexo oposto. Não tem vontade de mudar de sexo. Aqui também o indivíduo pode ser hetero, homo ou bissexual. OTranstorno Transvestista é um tipo de Transtorno Parafílico.