Instituto de Sexualidade de Ribeirão Preto (IES) aponta as causas das dificuldades femininas em atingir o orgasmo

Instituto de Sexualidade de Ribeirão Preto (IES) aponta as causas das dificuldades femininas em atingir o orgasmo

Segundo o “Estudo da Vida Sexual do Brasileiro” realizado pela sexóloga Carmita Abdo, cerca de 30% das mulheres de nosso país têm dificuldades de atingir o orgasmo.

Segundo o DSM-5 (classificação americana de problemas emocionais), o Transtorno do Orgasmo Feminino acontece quando em 75 a 100% das atividades sexuais a mulher demora muito para atingir o orgasmo, sendo que pode nem atingi-lo ou quando em 75 a 100% das vezes há uma marcante redução da intensidade das sensações orgásticas. Tais sintomas devem persistir por no mínimo seis meses e causarem sofrimento.

Segundo o diretor do IES, o médico e psiquiatra Arnaldo Barbieri Filho, as causas da falta de orgasmo podem ser psicológicas, como repressão sexual na infância, traumas sexuais ou doenças como a depressão. “Também podem ser físicas, como alterações hormonais, o uso de certos medicamentos ou doenças neurológicas. O diagnóstico correto é o primeiro passo para o sucesso do tratamento”, explica.

Imprensa

Comments are disabled.